Artigos Reamp

Especial fraude digital: quais são as previsões para os próximos anos?

Confira na nossa última edição especial sobre fraudes quais são as principais tendências sobre o assunto para os próximos anos

Durante a semana tivemos um especial sobre fraude digital, e abordamos assuntos como o que é, como funciona na publicidade e quais casos já presenciamos com grandes empresas e compartilhamos dicas de como prevenir que seu negócio tenha problemas relacionados à fraude de anúncios. Mas quais são as previsões para o mercado em 2018 e nos próximos anos? O que podemos esperar em relação à fraude digital na publicidade? Esse é o tema que vamos falar hoje, na nossa última edição especial!

A batalha contra a fraude publicitária se intensificou em 2017, ao mesmo tempo que criminosos investiram ainda mais em tecnologias sofisticadas capazes de enganarem inúmeros anunciantes, agências e empresas de diversos segmentos em seus sites. De acordo com estudo da WFA (World Federation of Advertisers), as fraudes na publicidade digital podem ter superado US $16 bilhões no último ano, e pode chegar à US $50 bilhões até 2025.

O mesmo relatório alerta que, muitas vezes, os sites nos quais os inventários são veiculados não são verificados. Isso facilita o trabalho de fraudadores que, por meio de práticas como fazendas de cliques, vírus, visualizações e visitas falsas em sites, conseguem causar prejuízos tão grandes. Em setembro, um novo relatório da Juniper Research, “Future Digital Advertising – AI, Ad Fraud & Ad Blocking 2017-2022”, previu que os anunciantes vão perder cerca de US $19 bilhões em atividades fraudulentas em 2018, equivalente a US $51milhões por dia. O número continuará a aumentar, chegando a US $44 bilhões em 2022.

 

 

Evolução na tecnologia – e em técnicas para fraudes

Os avanços da tecnologia têm permitido cada vez mais que sites fraudulentos se especializem em novas maneiras de cometer crimes. Cada vez mais, essas pessoas investem em domínios, contas de usuários e fazendas de bots para que as fraudes pareçam genuínas. “As partes interessadas da publicidade exigirão uma vigilância constante contra a ameaça de fraude publicitária, que só será alcançada através da implementação correta dos serviços de AI”, argumenta Sam Barket, autor da pesquisa da Juniper Research.

Por isso, é importante que as empresas se atentem à algumas tendências para os próximos anos sobre fraude publicitária. A fraude em aplicativos móveis, por exemplo, irá aumentar ainda mais em 2018. Fraudadores que visam o inventário de aplicativos aumentarão seus níveis de sofisticação e quantidade de canais através dos quais eles podem cometer fraudes em aplicativos e dispositivos conectados. Práticas como fazendas de instalação de apps em massa e cliques serão ainda mais crescentes em aplicativos móveis.

O que limitou o crescimento da fraude móvel até então é a quantidade de dinheiro disponível. O mobile possui CPMs menores e menos blocos de anúncios do que os desktops. No entanto, à medida que os usuários continuam a migrar para o celular durante a maior parte do seu uso diário da internet, o valor dos anúncios irá aumentar e, consequentemente, o número de fraudes também.

As tecnologias de machine learning e de inteligência artificial também estão sendo utilizadas por criminosos em fraudes digitais, como na geração de sites e malwares que prejudicam empresas. Cada vez mais, bots estão sendo sofisticados e criados de forma que se assemelhem a seres humanos, simulando o movimento do mouse e exibindo taxas de visibilidade, tempo de exibição na tela e taxas de engajamento como se fossem reais.

Há alguns anos atrás, poucos perceberam o quanto os bots poderiam causar uma ameaça para a publicidade digital. Agora, o assunto está se tornando um dos focos dos anunciantes em todos os segmentos. Cada vez mais está sendo necessário exigir a transparência de fornecedores sobre fontes de tráfego, retargeting e preços, além de serem implementadas práticas de rastreamento adequadas sobre os resultados. Os bots estão ainda melhores em imitarem comportamentos de pessoas, mas publishers, profissionais de segurança e de marketing estão trabalhando para entender essas ameaças e proteger seus negócios de golpes.

 

Luta contra a fraude digital cresce em 2018

Acabar de vez com o problema da fraude publicitária é impossível, já que ela movimenta milhões diariamente. No entanto, especialistas do ExchangeWire e do Whiteops realizaram algumas previsões em relação à luta contra a fraude digital em 2018 e nos próximos anos, que será ainda maior. Algumas práticas no mercado serão tendência ou deverão ser adotadas pelos profissionais de marketing, como por exemplo:

  • Mais recursos dedicados à qualidade do inventário: estudos recentes da ANA mostram que as perdas causadas por fraudes publicitárias podem começar a diminuir, uma vez que melhores proteções fazem como que o custo da fraude aumente para golpistas. Quanto mais cedo proteções contra fraudes se tornarem custos de entrada, mais compradores poderão dedicar mais recursos que otimizem a qualidade dos inventários e sua relevância.
  • Marketers investirão mais em conhecimento, habilidades e ferramentas: fraudes publicitárias estão tornando-se cada vez mais comuns em mobile. Por isso, no próximo ano, veremos que os anunciantes e as agências vão investir mais na aquisição de conhecimentos, habilidades e ferramentas adequadas para combater a fraude em anúncios móveis, aumentando a capacidade de entender e minimizar seu impacto para que obtenham melhores resultados em duas campanhas.
  • Anunciantes devem ajudar na resolução de fraudes publicitárias: cada vez mais, toda a indústria está se unindo para enfrentar o desafio da fraude. Provedores de tecnologia de anúncios e grupos da indústria estão dando grandes passos, como o IAB com a ads.txt, e os anunciantes também possuem um papel importante a desempenhar, adaptando suas tecnologias e técnicas para manter a segurança de um domínio, já que existem diferentes tipos de fraude.
  • Investimentos em ferramentas contra a fraude serão maiores: 2018 será um ano onde ferramentas como ads.txt irão ajudar a identificar de maneira mais fácil inventários falsos ou ilegítimos. O mercado exige uma transparência cada vez maior, e por isso, as repercussões de encontrar a si mesmo ao lado de uma atividade fraudulenta e a responsabilidade de todos os players em limpar a cadeia de fornecedores deve limitar ainda mais as oportunidades dos fraudadores.
  • Diminuição na falsificação de domínio: o problema que se tornou um dos mais prevalentes de fraude publicitária hoje em dia, fez com que a indústria de propaganda em geral se reunisse para encontrar soluções que diminuíssem o “roubo” de domínios, ou seja, o tipo de fraude que engana anunciantes fazendo com que acreditem que aquela fonte é confiável, quando na verdade ele está sendo direcionado para um site fraudulento. Práticas como o ads.txt ajudam a desenvolver essa defesa contra a falsificação, garantindo aos compradores de mídia que eles estão comprando estoque de alguém qualificado para vender em um determinado domínio.

 

 

Blockchain na publicidade digital

Recentemente com seu nome mais conhecido e discutido no mercado publicitário, os blockchains podem ajudar na compra e entrega de publicidade no geral, permitindo agências e anunciantes segmentarem melhor suas audiências, compartilharem dados, trazerem maior segurança e privacidade para usuários e, consequentemente, ajudar a combater a fraude digital.

A tecnologia trata-se basicamente de uma base de dados sincronizada e atualizada de maneira independente por cada participante da rede, armazena e mantém os dados para distribui-los entre todos os participantes, eliminando a necessidade de intermediários.

Cada vez mais, o blockchain tem sido visto como um potencial significativo na indústria de publicidade digital. Hoje em dia, o alto número de intermediários no processo de compra e veiculação de mídia tira a transparência do processo, e não é possível visualizar, por exemplo, todos os players que participam e as empresas não tem acesso às performances das suas campanhas.

Por isso, o blockchain pode trazer vantagens importantes ao mercado publicitário, especialmente no combate à fraude digital e no aumento de transparência em todo o ecossistema. A tecnologia traz a oportunidade de integrar diversas etapas da compra e venda de mídia em um ambiente mais seguro, evitando assim, que as fraudes cresçam e não exista mais a necessidade de intermediários, funcionando com uma rede central de conexão direta.

 

 

O esquema da fraude publicitária, que vem fazendo com que criminosos prejudiquem de maneira significativa milhares de empresas, ainda está longe de acabar por completo. Segundo as previsões, os números de fraude tendem a aumentar nos próximos anos, e por isso, tornou-se essencial que publishers, agências, anunciantes e todos os profissionais de marketing estejam atentos às medidas que podem ser tomadas para minimizar esses efeitos da fraude, além das tendências para os próximos anos.

#EspecialFraude

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Início