Estratégia

Instagram Shopping, novo recurso da rede social, é lançado no Brasil

Funcionalidade tem como objetivo facilitar o direcionamento das marcas aos compradores para suas lojas virtuais, e já está disponível em oito países

O Instagram vem se tornando, cada vez mais, uma rede social muito utilizada em estratégias de marketing digital por marcas que desejam de aproximar do seu público. O aplicativo consegue ajudar na interação com o cliente e no aumento do seu engajamento, além da veiculação de anúncios e do recurso de Instagram for Business, que tem como objetivo facilitar a experiência dos usuários e das empresas que desejam divulgar seus serviços em um perfil de negócios.

Além de todas as facilidades que a ferramenta já oferece, a partir de agora, o Instagram Shopping também estará disponível para perfis de negócios – seja lá qual for o tamanho do seu empreendimento – em diversos países, como Brasil, Austrália, Reino Unido, Canadá, Brasil, Alemanha, França, Itália e Espanha.

O recurso, que já estava sendo testado desde 2017 nos Estados Unidos, tem como objetivo facilitar o direcionamento das marcas aos compradores para suas lojas virtuais, sem comprometerem o tempo que os usuários gastam no próprio aplicativo e a sua boa experiência na rede. Por meio dele, os usuários podem comprar produtos enquanto navegam no aplicativo, além de explorarem e conhecerem os produtos das empresas.

 

Fonte: Instagram

 

Como vai funcionar?

Anteriormente, o Instagram não permitia que links fossem colocados em imagens ou legendas, e muitas marcas de e-commerce utilizavam a técnica de colocar o link do site na bio do perfil, direcionando os usuários para ele.

Agora, o recurso, considerado “menos transacional e mais imersivo”, irá facilitar o trabalho das empresas e também dos clientes que não desejam parar a sua navegação no aplicativo para realizarem uma compra. Muito pouco irá mudar na interface da rede social, e a única mudança visível será um ícone de bolsa pequena que aparecerá em posts com links de compras neles.

Para conseguir acessar o recurso, é necessário ter um perfil comercial, vender produtos físicos e ter um catálogo com todos os produtos através do Facebook. Os vendedores poderão marcar até cinco produtos em uma única imagem, ou até 20 produtos em postagens que possuem várias imagens juntas.

Quando o usuário clicar em uma imagem que possui Instagram Shopping, ela exibirá pop-ups na tela com o preço do produto e um link para a página da compra. Nesta nova página, haverá um botão “comprar agora”, que direciona os usuários para a página do produto na loja da marca.

 

Fonte: Instagram

 

“O Instagram Shopping é a atualização mais solicitada e é ótimo agora poder conectar os pontos, desde a descoberta até a compra, criando uma experiência perfeita” destacou Amy Cole, diretora de desenvolvimento de negócios do Instagram, em entrevista à Drapers.

Atualmente, as postagens do Instagram Shopping podem ser visualizadas diretamente no seu feed normal, por meio de uma pesquisa pelo perfil da empresa da marca ou por uma mensagem direta ou uma notificação. Com o passar do tempo, foi sugerido que o Instagram permitisse que as empresas promovessem tags de compra para ajudar os consumidores a encontrar produtos específicos ou novas marcas nas quais possam ter interesse.

Durante esta fase inicial, os novos recursos estarão disponíveis para um grupo de pessoas em dispositivos iOS nos EUA, de acordo com o que o Instagram compartilhou em seu anúncio. “À medida que avançamos, exploraremos as recomendações de produtos, as maneiras pelas quais os produtos são exibidos aos compradores, a expansão global e a capacidade de salvar o conteúdo, para que os usuários do Instagram possam agir posteriormente”, destacou. “Queremos entender como oferecer a experiência de compra mais perfeita para consumidores e empresas no Instagram, e, em última análise, em dispositivos móveis”.

 

Vantagens de adotar o Instagram Shopping para a sua empresa

A rede social possui mais de 800 milhões de usuários online, e o objetivo é mantê-los no aplicativo por mais tempo durante a sua experiência de compra do que antes, quando precisavam sair do aplicativo para pesquisar e comprar produtos.

Como o Instagram projetou a função para carregar páginas de produtos dentro do aplicativo, eles aparecerão muito mais rápido do que os usuários que são enviados para um site externo. E, caso optem por não seguir em frente com a compra, os usuários poderão facilmente voltar ao feed para ver as fotos de seus amigos.

Em anúncio oficial sobre a nova ferramenta, na terça-feira, o Instagram afirmou que mais de 200 usuários visitam um ou mais perfis de negócios diariamente. “Através de recursos como tags de produtos e uma aba ‘shop’ em perfis, descobrir e comprar produtos no Instagram agora é mais fácil. Para as empresas, marcar um produto é tão simples quanto marcar uma pessoa em uma postagem. E para os compradores, as tags dos posts de compras eliminam as conjecturas e permitem um fácil acesso às informações dos produtos etiquetados”, ressaltou.

A nova função já está sendo testada há algum tempo nos Estados Unidos, e algumas marcas como a Kate Spade ressaltam os benefícios que ela pode trazer para as empresas. “Com essa experiência de compra ininterrupta no Instagram, as possibilidades de vender nossos produtos são infinitas”, comentou Mary Beech, vice-presidente executiva e diretora de marketing da empresa.

 

 

Outras empresas americanas também compartilharam sua experiência no Blog do Instagram, logo após o período de testes. “Descobrimos que conforme as pessoas se acostumavam com essa experiência, mais chances elas tinham de efetuar uma compra no Instagram. Experimentamos novas formas de inspirar as pessoas até a efetivarem a conversão, como a criação de vestuários exclusivos em que cada item está disponível, a exibição de conteúdo gerado pelas pessoas e ideias práticas sobre como usar os itens comprados na Lulus. Desde o lançamento do produto, mais de 100 mil sessões e mais de 1.200 pedidos podem ser diretamente atribuídos ao Shopping” ressaltou Noelle Sadler, VP de Marketing da Lulus.

O produto está sendo cada vez mais usado para tornar a jornada de compra mais prática, e trouxe grandes benefícios para as empresas que aderiram a ele. “Nosso tráfego vindo do Instagram aumentou 44% desde a implementação do Shopping no Instagram. É uma forma simples e fácil de exibir seu produto em um contexto de estilo de vida, sem impactar a experiência das pessoas”, disse Savannah Boysen, Gerente de marketing da TYME.

No Brasil, as primeiras empresas também já começaram a utilizar a nova função, e os primeiros testes foram realizados pela Nama, empresa que produz peças de decoração feitas em impressora 3D e a Amaro, loja online de moda feminina. “A Nama nasceu no Instagram. A plataforma sempre foi a nossa vitrine, pois conseguimos mostrar aos nossos clientes os produtos de uma forma menos tradicional, com fotos mais espontâneas e menos produzidas. A ferramenta para compras veio para completar nossa vitrine, disponibilizando preços e fechamento da compra sem precisar sair da plataforma, o que facilita muito o processo de compra para o cliente”, afirma Joanna Cariello, fundadora da Nama, em entrevista ao Adnews.

“A proposta da Amaro é oferecer as últimas tendências de moda com preços acessíveis e muita conveniência. Por ser mobile-first, o novo recurso do Instagram nos ajuda justamente na conveniência, já que permite uma experiência de compra fluida e integrada. Estamos muito empolgados em ser uma das primeiras marcas a estrear esta ferramenta e por proporcionar uma nova experiência de descoberta para as clientes Amaro”, explica André Martins, Head de Performance Marketing na Amaro, também para o Adnews.

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Início