Dados

As principais notícias da semana (01/10)

Confira as principais notícias da semana (24/09 a 01/10) no mercado de mídia e marketing digital

Acompanhe aqui no blog, toda semana, nosso resumo com as principais notícias dos últimos dias e algumas recomendações da Reamp!

 

Principais notícias do mercado durante a semana

Apple remove diversos sites das sugestões da Siri para evitar fake news

Na última semana, a Apple divulgou que “fez uma limpa” nos sites sugeridos pela Siri, assistente virtual dos dispositivos de iPhone. Agora, todos os sites considerados conspiratórios e fake news não fazem mais parte da lista da Siri Suggested Websites, recurso de preenchimento automático que sugere conteúdo na web com base no texto inserido na barra de pesquisa do Safari.

“Websites sugeridos pela Siri vêm de conteúdo na web, e fornecemos curadoria para ajudar a evitar sites inadequados. Também removemos todas as sugestões inadequadas sempre que tomamos conhecimento delas, como fizemos agora. Continuaremos trabalhando para fornecer resultados de alta qualidade e os usuários poderão enviar por e-mail resultados que considerem inadequados para applebot@apple.com”, disse a empresa, em comunicado oficial.

Para saber mais detalhes, acesse a matéria completa no portal B9.

 

Adobe, Microsoft e SAP anunciam a Open Data Initiative para capacitar a experiência de uma nova geração de clientes

Na última segunda-feira (24/09), os CEOS da Adobe, Microsoft e SAP apresentaram o Open Data Initiative na Conferência Microsoft Ignite. Juntos, os três parceiros estão reinventando o gerenciamento da experiência do cliente, capacitando as empresas a extraírem mais valor de seus dados e oferecerem experiências em tempo real ao redor do mundo.

As empresas estão unindo forças para capacitar seus clientes mútuos a partir de uma abordagem comum e um conjunto de recursos para clientes. Com esse Open Data Initiative, elas poderão: desbloquear e harmonizar dados em silos para gerar mais valor; direcionar de maneira bilateral os dados transacionais, operacionais, do cliente ou de IoT com base nas suas preferências e necessidades; criar ciclos de feedback digital alimentados por dados para um maior impacto nos negócios, além de ajudar a habilitar suas iniciativas de conformidade de segurança e privacidade; criar e adotar aplicativos inteligentes que compreendam nativamente os dados, relacionamentos e metadados que abrangem vários serviços da Adobe, SAP, Microsoft e seus parceiros.

Para saber mais sobre o novo lançamento, confira a matéria completa feita no site da Microsoft.

 

AT&T anuncia o Xandr, sua resposta para o futuro da publicidade

Depois de duas aquisições multibilionárias e uma ação judicial do Departamento de Justiça, a unidade de publicidade e analytics da AT&T finalmente divulgou um nome: Xandr. A marca foi revelada na última terá-feira (25/09), na Relevance Conference em Santa Bárbara, na Califórnia.

“A AT&T espera que a Xandr possa revolucionar o mercado de anúncios, tornando a publicidade relevante para os consumidores, lucrativa para as empresas de mídia e responsável e eficiente para os anunciantes”, falou o CEO Brian Lesser, em coletiva de imprensa. “A empresa de mídia moderna tem tudo a ver com a combinação de conteúdo, distribuição, dados e tecnologia. Sozinha, a AT&T tem os componentes para resolver este problema”, afirmou.

A Xandr combinará dados dos 170 milhões de assinantes da empresa em dispositivos móveis, banda larga e OTT, com a vasta biblioteca de conteúdo da WarnerMedia, para fornecer anúncios mais direcionados aos consumidores. Essa combinação enriquecerá os dados da AT&T ao longo do tempo e posicionará a empresa para entregar melhor seu principal produto de telecomunicações.

Saiba mais sobre a Xandr e como será trabalhada na empresa no portal do AdExchanger.

 

Apple compra Shazam por US$ 400 milhões

Na última segunda-feira (24/09), a Apple finalmente conseguiu concluir a compra do aplicativo Shazam por US$ 400 milhões. Ainda não se sabe, ao certo, quais são os interesses da empresa com o investimento, que vem disputando a compra com grandes empresas como Snapchat e Spotify nos últimos anos. No entanto, de acordo com o comunicado oficial feito pela Apple, “em breve sua experiência será livre de anúncios, para que todos possam aproveitar o Shazam sem interrupções”.

Além disso, especula-se que o serviço integre algum produto da companhia, como o Apple Music. Mais detalhes sobre a compra podem ser conferidos na matéria completa realizada pelo Adnews.

 

Google está lança novos recursos em seu mecanismo de busca

O Google anunciou, durante a semana, diversas mudanças em seu produto de busca em comemoração aos 20 anos da empresa. O maior deles foi que o Google está em processo de rebranding no seu feed de notícias em todos os navegadores de dispositivos móveis – adicionando o Discover, lista de notícias que aparecerá abaixo da barra de pesquisa padrão no aplicativo móvel. Essa é uma grande mudança para a empresa, que está trabalhando para organizar melhor as informações e ajudar os usuários a entenderem o contexto.

O Discover tem como maior objetivo mostrar conteúdos relevantes – coisas que podem não ser, necessariamente, apenas notícias recentes. Ele terá links em tópicos para aprofundar o conteúdo que o usuário vê no feed, e haverá um pequeno controle no canto inferior direito de cada card que permitirá aumentar ou diminuir a quantidade de notícias que serão vistas.

Mais detalhes d a função e do seu funcionamento podem ser conferidos no portal do The Verge.

Além disso, a empresa também lançou o novo mecanismo de busca para ajudar os cientistas a encontrarem os conjuntos de dados que precisam. O serviço, chamado Dataset Search, será um complemento do Google Scholar, um popular mecanismo de busca da empresa para estudos e relatórios acadêmicos. Instituições que publicam seus dados online, como universidades e governos, precisarão incluir tags de metadados em suas páginas da web que descrevam seus dados, incluindo quem criou, quando foi publicado, como foi coletado e assim por diante.

Essas informações serão indexadas pela pesquisa de conjunto de dados e combinadas com o gráfico de conhecimento do Google. Mais informações sobre a funcionalidade também podem ser encontradas em matéria completa no portal da The Verge.

 

Stories do Facebook e do Messenger passarão a ter anúncios

Durante a semana, em evento realizado em Nova York, o Facebook informou que está liberando anúncios dentro do Stories da plataforma, assim como nos Stories do Messenger, nas próximas semanas.

Além dos anúncios, o Facebook informou alguns dados atualizados sobre o uso de suas plataformas. No total, mais de 300 milhões de pessoas utilizam os Stories do Facebook e do Messenger todos os dias – número que dobrou desde maio, que havia atingido o número de 150 milhões de usuários. Mesmo ainda não tendo alcançado os Stories do Instagram, que chegam à 400 milhões de pessoas, os executivos da empresa acreditam que a ferramenta ainda irá ultrapassar a quantidade de publicações no feed dos usuários.

Confira mais detalhes na matéria completa realizada pelo B9.

 

Youtube lança Youtube Music e Youtube Premium

Na última terça-feira (25/09), o Youtube apresentou dois novos serviços de assinatura que estarão disponíveis no Brasil: o Youtube Music Premium e o Youtube Premium. O primeiro, concorrente do Spotify, permite ouvir todas as músicas da plataforma sem a interrupção de anúncios, em segundo plano em iPhones e Androids e com a possibilidade de modo offline. Já o segundo, que irá substituir o Youtube Red, permite que o usuário baixe qualquer vídeo para assistir offline, removendo as suas propagandas.

Os dois aplicativos já estão disponíveis e possuem os três primeiros meses gratuitos. Para se diferenciar de outras plataformas de streaming, a aposta é em sugestões ainda mais personalizadas. Ou seja, a empresa estará utilizando os dados dos usuários do Google para criar essas segmentações por meio de inteligência artificial. A partir de recursos como a localização, o app oferece músicas relacionadas para os usuários.

Para saber mais detalhes sobre as duas plataformas, suas funcionalidades e planos, acesse a matéria completa no portal do Mundo do Marketing.

 

Recomendações Reamp

20 anos do Google: relembre a sua trajetória até os dias de hoje

Na última quinta-feira (27/09), o Google completou 20 anos desde a sua criação. Como comemoração de aniversário de uma das maiores empresas do mundo atualmente, fizemos um resumo no nosso blog dos principais acontecimentos que marcaram a trajetória do Google até os dias de hoje, e como se tornaram uma gigante da tecnologia. Hoje em dia, a organização, que começou apenas como um mecanismo de busca, gerencia oito produtos com mais de um bilhão de usuários cada, além de ser o site mais visitado do mundo de acordo com a Alexa, assistente virtual da Apple.

Além disso, durante a semana, a empresa ofereceu também uma série de recursos interativos para seus usuários em forma de comemoração, como um doodle de vídeo na página inicial, uma cápsula do tempo de termos de pesquisa, uma tour pela garagem original onde a empresa foi fundada e montou o seu primeiro escritório e, finalmente, um novo design da área de trabalho do Google Imagens.

Para relembrar um pouco da jornada da empresa até hoje e conferir os recursos oferecidos nos últimos dias, acesse o post do nosso blog.

 

MediaMath analisa em pesquisa a experiência do consumidor

Novo estudo da Econsultancy encomendado pela MediaMath e realizado com mais de 400 profissionais de marketing do mundo inteiro, mostrou que pessoas que trabalham na área compreendem a importância de focar na experiência do consumidor, mas ainda cometem falhas quanto à privacidade e promoção de experiências relevantes de publicidade.

O relatório “Sonho vs. Realidade: o estado do marketing omnichannel centrado no consumidor” mostrou que 91% dos profissionais reconhecem a importância de colocar o consumidor em primeiro lugar em todos os seus esforços de marketing, mas mais da metade ainda não faz isso completamente. Além disso, 92% dos profissionais acreditam que a tecnologia de dados integrados proporciona uma publicidade mais efetiva e orgânica, mas esse nível de integração é realidade apenas para uma minoria. 63% dos anunciantes e 96% das agências e adtechs, as tecnologias de publicidade e de marketing não são suficientemente integradas.

Confira mais resultados da pesquisa na matéria realizada pelo ExchangeWire ou acesse o material na íntegra.

 

Porque as marcas estão ficando loucas por publicidade na Amazon?

Está bem claro que a Amazon cresce cada vez mais e de maneira impressionante. Sua receita possui um aumento de 39% na receita líquida anual, um salto de 12 vezes no lucro por ação e mais de 100 milhões de assinantes. Simplesmente não existe outra empresa de comércio eletrônico atualmente com a mesma presença no mercado e mesma influência sobre a jornada do cliente. Muitas pessoas começam a sua jornada de compra na Amazon, e as marcas não podem ignorar a demanda do site. Sua plataforma captura uma grande quantidade de dados e converte compradores em estágio final, oferecendo aos anunciantes um alto grau de transparência nos sinais de compra dos usuários.

Com um faturamento de US$ 2,2 bilhões em receita de publicidade no segundo trimestre de 2018, a Amazon está começando a oferecer uma concorrência acirrada para os gigantes da publicidade digital, o Facebook e o Google. Embora a empresa ofereça anúncios desde 2014, o crescimento real começou em 2017 – quando as interfaces de programação de aplicativos (APIs) foram criadas pelo varejista de e-commerce para a Amazon Media Group (AMG) e Amazon Marketing Services (MAS) para que os profissionais de marketing pudessem automatizar campanhas e relatórios.

De acordo com o recente relatório da Marin sobre o estado da publicidade digital em 2018, 33% dos anunciantes digitais veem a ascensão da Amazon como a tendência da indústria que mais afetará seus negócios. Mas quais são os fatores a que se devem toda essa mudança no cenário de publicidade por causa da Amazon? Confira em artigo realizado no portal do Marketing Tech News.

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Início