Dados

Dashboard: o braço direito do analista

Paineis estão sendo cada vez mais utilizados por profissionais para obter resultados mais assertivos e visualizar métricas importantes

Estamos vivendo, hoje em dia, em um mundo onde cada vez mais as pessoas procuram por soluções práticas e simples para os seus problemas. E, graças à evolução da tecnologia, milhares de ferramentas, plataformas e estratégias estão surgindo para ajudarem profissionais das mais diversas áreas a terem resultados mais assertivos.

E é em meio esse cenário que surgiram os dashboards, ou seja, painéis de controle capazes de fornecerem uma visão completa de informações essenciais para empresas que trabalham com dados de usuários e performance, como métricas e análises de resultados.

Esses dashboards estão sendo cada vez mais adotados por empresas de diversos segmentos, e podem ser de três tipos diferentes: operacionais, estratégicos ou analíticos. Cada um desses formatos oferece funcionalidades próprias, e cabe ao analista decidir qual deles pode ser o seu melhor aliado na hora de realizar uma estratégia. Essa escolha depende dos objetivos gerais das suas práticas de análise, Business Intelligence e monitoramento de dados, e implantar todos os três tipos de dashboards em toda organização é ideal, mas nem sempre o cenário mais realista.

Mas porque, afinal, é vantajoso para uma empresa e para um profissional utilizar um dashboard? Como ele pode, de fato, se tornar o braço direito do analista na hora de visualizar informações importantes e o resultado de uma campanha?

 

Principais benefícios de utilizar um dashboard

Antes de entender como um profissional pode utilizar diferentes tipos de painéis, é importante entendermos o valor da sua implementação em um negócio. Hoje em dia, usuários estão à procura de ferramentas que realizem diversas funções, como classificação, filtro, alteração de operações e relatório de dados, entre outras.

Os dashboards são interfaces front-end que destilam conjuntos de dados em insights simples por meio da visualização dessas informações. Essa ferramenta de análise permite que os proprietários de empresas permaneçam no controle do desempenho de seus negócios, e esse é o seu maior valor. Além disso, quando aplicados corretamente, podem atender à muitos objetivos de toda a organização e trazer benefícios, como:

 

1. Monitoramento de vários KPIs e métricas ao mesmo tempo:

Os painéis reúnem várias fontes de dados em uma única interface. Isso significa que o profissional pode ter imediatamente uma visão geral e detalhada do seu negócio em uma rápida olhada, e reduz o tempo necessário para compilar relatórios. Independentemente de os dados de uma empresa serem armazenados em um serviço da web, anexo ou API, um painel de controle extrai essas informações e permite que todas elas sejam monitoradas em um único local central. Além disso, são capazes de correlacionar dados de diferentes origens em uma única visualização, caso o usuário prefira;

2. Fácil de ler:

Os dashboards exibem resultados de performance por meio de tabelas, gráficos e medidores, e seu design eficiente utiliza cores, símbolos e visualizações para destacar pontos importantes e facilitar a compreensão. Isso permite que os usuários digitalizem rapidamente um dashboard e obtenham informações necessárias sem examinar planilhas, e-mails ou fazer login em um serviço da web. Paineis de dados são uteis porque visualizam informações de uma maneira mais acessível a todos. Mesmo se você não trabalha com marketing e nem é um analista, por exemplo, você pode entender o que um dashboard está querendo dizer, e isso é fundamental.

3. Podem ser compartilhados:

Um painel de controle mantém todos os membros de uma empresa na mesma página, já que o usuário pode compartilhá-lo em tempo real e periodicamente. Os dashboards trazem os dados de uma empresa para a nuvem, tornando as principais métricas acessíveis o tempo todo em computadores, dispositivos móveis e tablets.

Existem várias maneiras de compartilhar dados de dashboards: em programas de TV, relatórios de e-mail, relatórios impressos ou por acesso direto. Pode ser criado um link público para o painel de controle que dá acesso a alguém ou por meio de um link privado, que permite que apenas aquelas pessoas selecionadas acessem as informações. Hoje em dia, tornou-se cada vez mais popular exibir dashboards em paredes de escritórios como uma maneira de manter todos a par da performance e objetivos do negócio, facilitando o acompanhamento e a colaboração entre as equipes;

4. Relatórios tornam-se mais eficientes:

Painéis de dados economizam tempo, já que com eles os usuários não precisam ir à várias fontes desconectadas para rastrear informações. Por meio deles, é possível realizar várias ações automaticamente, como coleta de dados, criação de planilhas e geração, projeção e compartilhamento de um relatório.

Os relatórios de performance são feitos no final do mês por ocuparem muito tempo e recurso. Por isso, uma empresa pode investir na configuração de seu dashboard para que sejam gerados relatórios automáticos em qualquer momento e em qualquer lugar. Dessa maneira, usuários não precisam mais coletar, limpar e formatar dados – apenas escolher o KPI que deseja analisar, selecionar seu formato de relatório e obtê-lo;

5. Melhor tomada de decisão:

Os painéis fornecem uma visão imparcial, não apenas no desempenho geral da empresa, mas também de cada departamento. Se cada um deles é capaz de acessar o painel, ele pode oferecer uma base para maiores diálogos e uma tomada de decisão mais assertiva. Por exemplo, o departamento de vendas e marketing pode se alinhar para mais aquisições de clientes e melhor geração de demanda, e os dashboards fornecem um bom ponto de partida para essas decisões;

6. Interatividade:

Alguns painéis proporcionam uma experiência ainda mais dinâmica para os seus usuários. Em vez de fornecer informações estáticas, as pessoas podem filtrar dados e interagir com gráficos para ver as alterações ao longo do tempo. Isso significa que você pode obter mais ou menos detalhes sobre as métricas específicas que desejar;

7. Economia de tempo:

Os usuários gastam horas intermináveis do seu mês fazendo login em vários sistemas para executar e formatar relatórios, ou devem utilizar a equipe de TI para executar e formatar esses relatórios para eles. Dashboards bem elaborados mostram resultados atualizados para cada relatório, economizando tempo e recursos preciosos;

8. Agilidade:

Se você não pode medir algo, não pode melhorá-lo. Dashboards bem projetados oferecem aos usuários recursos contínuos de medição de desempenho, para que possam ajustar rapidamente sua abordagem quando as circunstâncias exigirem mudanças;

9. O poder do BI nas mãos do usuário:

Quando os usuários têm acesso a informações perspicazes e acionáveis, eles podem tomar decisões e agir rapidamente. Não há necessidade de solicitar dados de desenvolvedores, aguardar os dados, receber o relatório e, em seguida, tentar executar uma ação. Os relatórios podem ser compartilhados rapidamente entre os usuários, permitindo o livre fluxo de informações entre os principais participantes.

Diante de todas essas vantagens, quase todas as empresas podem se beneficiar obtendo um dashboard, e grandes organizações devem considerar, até mesmo, vários painéis para departamentos diferentes, facilitando o acompanhamento de KPIs internos e externos. Caso você ainda esteja se perguntando se realmente precisa de um dashboard para a sua empresa, existem alguns sinais que podem mostrar que talvez esteja na hora de implementar esse tipo de ferrramenta:

  • Você sente que a sua empresa pode melhorar, mas não sabe como ou por onde começar;
  • Você está monitorando e rastreando dados, mas não sabe o que fazer com todas as informações que coleta ou como entende-las;
  • Suas soluções atuais não estão fornecendo o Return Over Investment (ROI) que você espera;
  • Sua empresa está ficando para trás das concorrentes;
  • Você está lutando para ver todos os seus dados em um local e precisa de um hub de dados.
  • As metas, objetivos e resultados alcançados não estão sendo compartilhados entre todos os envolvidos em um projeto ou área;
  • Suas campanhas de marketing envolvem diferente tipos de tecnologias e inúmeros relatórios, ficando quase impossível analisar os dados e resultados de uma maneira geral e integrada.

Se você se identificar com qualquer um desses sete itens, investir em uma solução de dashboard é algo que você deveria começar a considerar a partir de agora!

E é pensando em todos esses benefícios para clientes e para os profissionais da área, que na Reamp temos o nosso Reamp Datahub. A ferramenta tem como proposta automatizar os dados digitais das empresas sobre seus consumidores e campanhas de mídia em um único lugar. Com ele, as campanhas digitais ficam mais eficientes, além de reduzir custos operacionais na gestão de toda a operação de mídia. Ele automatiza o acompanhamento de resultados e oferece uma visão unificada sobre campanhas e o negócio como um todo, e também permite controlar o acesso de usuários e armazenar o histórico de interações.

 

Mas se os dashboards são projetados para tornarem a vida mais fácil, porque eles são tão desafiadores?

Os usuários só conseguem perceber o impacto positivo dos painéis quando têm as ferramentas certas no lugar. Primeiro, devem medir algo significativo. Ou seja, selecionar as métricas corretas – não apenas métricas amplas, mas específicas e detalhadas.

Muitas vezes, os painéis são configurados sem o usuário em mente. Eles são extremamente complicados, exigindo assistência de um desenvolvedor ou de algum outro membro da equipe de TI, ou uma ferramenta de relatório é fornecida com painéis pré-carregados que não medem métricas relevantes para cada usuário.

Além disso, compatibilidade e interface também são desafios comuns dos dashboards. Se um painel não puder conectar-se a sistemas críticos de negócios, as informações fornecidas serão incorretas, desatualizadas ou de outra forma limitadas em sua utilidade. Para preencher a lacuna, os usuários precisarão inserir dados manualmente, frustrando, assim, a finalidade do painel. E como podemos resolver todos esses problemas?

Um painel de negócios ideal conectará os usuários de forma segura e automática às informações de que precisam, em tempo real ou o mais próximo possível do tempo real. Alguns são atualizados diariamente, enquanto outros são atualizados semanalmente ou em algum outro intervalo útil e acionável. Além disso, devem estar disponíveis para cada usuário, estejam eles em sua mesa ou trabalhando remotamente.

Uma ferramenta de painel de usuário bem projetada e fácil de usar permite que os usuários não apenas acessem informações críticas, mas também atuem rapidamente sobre essas informações. E é por isso que, ao escolher um dashboard para utilizar em seu negócio, é importante entender suas funcionalidades e qual objetivo pré-determinado pela empresa ele pode ajudar a alcançar.

 

 

 

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Início