Estratégia

Black Friday está chegando! E você, já está preparado?

Confira dicas de como preparar a sua empresa com estratégias de marketing para a Black Friday

Estamos há um mês de distância de uma das datas mais famosas e aguardadas ao redor do mundo: a Black Friday. A data, também conhecida como “sexta-feira negra” no Brasil, irá acontecer no dia 23 de novembro, tanto em lojas físicas quanto em lojas online, que costumam oferecer promoções com descontos significativos para seus clientes.

O alcance da Black Friday e as ofertas desse dia são muito maiores do que descontos normais oferecidos por comércios ao longo do ano, e é uma grande oportunidade para quem deseja atrair novos clientes, fidelizar os antigos e liquidar boa parte dos seus estoques. De acordo com dados da Ebit e do Google, em 2017, tivemos um faturamento de R$ 2,1 bilhões de reais com a data no Brasil, e foram feitos cerca de 3,76 milhões de pedidos, com o ticket-médio de R$1.178 nas compras. Além disso, 87% dos consumidores param de comprar produtos ou serviços de uma marca por conta de uma experiência de atendimento ruim, e 95% dos consumidores falam sobre essa experiência ruim com outras pessoas.

E é por esses números que a Black Friday pode beneficiar tanto comerciantes que desejam atrair clientes e alcançar suas metas de faturamento, quanto os próprios consumidores, que aproveitam para adquirir produtos na promoção. Por isso, é importante que comerciantes e varejistas entendam o impacto desse dia no seu negócio e pensem em maneiras de trabalhar seu marketing de maneira criativa e assertiva, prezando sempre pelo bom atendimento e qualidade nos serviços.

 

O que esperar da Black Friday no Brasil em 2018?

Criada nos Estados Unidos na década de 1950, a Black Friday se popularizou no Brasil apenas na última década, apesar de ter crescido rapidamente. Nos últimos dois anos, foi responsável pela segunda data de maior faturamento de e-commerces no país – perdendo apenas para o Natal. No gráfico abaixo, podemos ver a relação do consumidor com datas comemorativas ao longo do ano e como a Black Friday tornou-se uma das principais e mais reconhecidas épocas do ano para o varejo:

 

Fonte: Dito Blog

 

Além disso, a Ebit l Nielsen estima que o e-commerce deve faturar R$2,42 bilhões com a data este ano, registrando um crescimento de 15% em relação ao ano anterior. O número de pedidos também deve aumentar de 3,76 milhões para 4 milhões – uma alta de 6,4%. Já a Provokers, fez uma pesquisa para saber o atual cenário no Brasil e trouxe mais dados interessantes: 91% dos entrevistados disseram que pretendem realizar compras na data, e 78% das pessoas que nunca compraram nada nesse dia, afirmam que desejam comprar em novembro.

 

Fonte dos dados: Ebit

 

As previsões para a data em 2018 são altamente positivas, tanto nacional quanto internacionalmente. Além de bons descontos nos itens mais procurados, fatores como uma boa responsividade do e-commerce e app em mobile, uma boa experiência no atendimento em lojas, possibilidade de compra em diversos canais e tempo de entrega pequeno foram os mais citados por consumidores como motivos para comprarem com determinada marca.

 

Fonte: Dito Blog

 

Como fazer uma boa estratégia na sua empresa?

Apesar de ter crescido significativamente nos últimos anos, a Black Friday também é uma data de muita competitividade no mercado. Todas as empresas estão fazendo ofertas e mídia ao mesmo tempo, concorrendo pela atenção do cliente, e a falta de confiança nas promoções ainda é o principal motivo que faz com que 37% dos respondentes não realizem compras nesse dia.

Para ajudar, separamos algumas dicas do que uma organização pode fazer para ter uma estratégia de marketing mais assertiva e chamar a atenção do cliente da melhor maneira possível durante a data:

1. Conheça seu público-alvo e utilize seus dados

Saber quem é a sua audiência e quais são as suas preferências é essencial no momento de pensar em uma estratégia de marketing. Ferramentas como o Google Analytics permitem entender melhor quem são as pessoas que você deseja atingir, quais são os seus principais interesses, desejos e necessidades e qual é a melhor maneira de impactá-lo. Atualmente, temos acesso à uma quantidade quase infinita de dados e informações disponibilizadas online, e é essencial que elas sejam utilizadas ao favor das marcas caso elas queiram se destacar no mercado. Uma vez que os clientes estiverem mapeados, torna-se mais fácil de impactá-los no lugar certo e no momento certo, com uma comunicação adequada e oferecendo os melhores produtos e serviços de acordo com o seu perfil;

2. Tenha exclusividade

Depois de definir a sua audiência, é hora de mostrar a sua exclusividade. O que a sua empresa pode oferecer que é melhor do que a concorrência? Se a sua loja tiver muitos itens de edição limitada, por exemplo – como produtos feitos à mão –, concentre as suas promoções em torno deles. Seja qual for a sua escolha para ter o foco de marketing, divulgue a seus clientes como algo que eles só poderão encontrar na sua marca;

3. Determine horários para fazer ofertas especiais

Uma ideia de marketing para a data e que funciona melhor para lojas de alto tráfego, é ter uma oferta ainda mais especial por hora. Mantenha a expectativa do cliente e ofereça ofertas surpresas de hora em hora para os consumidores, para que assim eles continuem voltando no seu site.

No entanto, é importante lembrar de oferecer descontos em todos os outros itens além das surpresas a cada hora. Por exemplo, se você oferecer 40% de desconto em todos os seus produtos ou serviços, na hora determinada como “surpresa” você poderá oferecer 50% de desconto ou mais em algum item. Não se esqueça de criar um banner na página inicial para cada hora em que você estiver oferecendo mais promoções.

 

Fonte: Oberlo

 

Ao promover essas ofertas especiais, considere ter uma postagem de produto criada em todas as plataformas de mídia social – Facebook, Twitter, Instagram, etc. como você estará ocupado neste dia, automatize suas postagens com antecedência e tenha uma equipe que gerencie todas elas de hora em hora;

4. Crie guias de presentes

Os guias de presentes permitem que os clientes – e as pessoas que compram presentes para o seu público-alvo – encontrem você durante a temporada de Black Friday. Por exemplo, “presentes para amantes do universo fitness”, “presentes fitness para mulheres”, “presentes fitness para homens”, “presentes fitness para profissionais”, são exemplos de buscas que um cliente pode procurar caso a sua marca venda produtos e serviços do segmento.

Há duas maneiras de criar facilmente um guia de presentes: criando uma coleção ou escrevendo um artigo no blog. Para criar uma coleção, crie uma tag de produto com o mesmo nome, e inclua todos os produtos que podem estar naquela categoria. Assim, automaticamente, a coleção será criada com aquela tag. Já para um artigo, crie uma postagem ou página de blog com conteúdo relevante para aquele público. Considere fazer listas, como por exemplo “40 presentes para amantes do universo fitness”, e mostre como a sua marca pode ajudar o cliente a encontrar o que precisa, incentivando uma visita em seu site.

 

Fonte: Oberlo

 

Para obter mais tráfego em seus guias de presentes, inclua-os em sua página inicial ou em outros lugares em seu website, onde eles receberão visibilidade. Você também pode enviar os guias de presentes por e-mail aos clientes, ou compartilhá-los nas redes sociais caso sejam feitos no blog.

5. Ofereça cartões de presente

Os cartões-presente continuam sendo um presente de Natal muito popular. Uma pesquisa descobriu que, durante a temporada de festas de fim de ano de 2016, 81% dos compradores estimavam que os cartões-presente eram metade das suas compras de fim de ano. Além disso, cartões de presente também são ótimos para os negócios e incentivam gastos maiores em uma loja – um estudo de 2016 da First Data descobriu que 75% dos consumidores gastavam uma média de US$ 27,74 a mais do que o valor do cartão.

Tudo isso mostra como é importante que esses cartões sejam divulgados e estejam em destaque antes dos sucessos da Black Friday, já que, nessa época do ano, são presentes altamente procurados pelo público.

6. Agrupe produtos em ofertas

Agregar produtos em vez de vende-los individualmente é uma estratégia muito utilizada pelas empresas na data. Não apenas os pacotes são ótimos presentes, mas também uma excelente maneira de vender ainda mais. Ofereça descontos, por exemplo, caso o cliente compre três itens que estejam relacionados.

7. Recompense seus seguidores de mídia social

O crescimento do seu engajamento na mídia social é uma necessidade no cenário atual de marketing. Compartilhar conteúdo nessas plataformas é muito importante para criar um relacionamento com os usuários online, mas se você quiser dar um impulso extra às suas redes sociais, tente incentivar seus clientes com descontos especiais. Na Black Friday, ofereça um acordo durante a temporada de compras de fim de ano, como 15% de desconto por dia em algum produto. Poste um código de desconto para os clientes mencionarem na hora da compra, e inclua a hashtag #BlackFriday para Twitter e Instagram;

8. Estenda a sua venda

Uma ideia de marketing eficaz para a Black Friday e que se tornou muito mais comum nos últimos anos, é estender a venda. A data costumava ser o principal dia onde os varejistas oferecem grandes descontos ao longo do ano. No entanto, com o crescimento do e-commerce, a maioria das marcas do segmento passaram a estender suas vendas para mais dias. Assim, é possível atrair mais clientes durante todo o final de semana, por exemplo, ou até mesmo começar mais cedo como foi feito pela Best Buy:

 

Fonte: Oberlo

 

Como a Black Friday tende a ser mais popular, você vai querer concentrar sua energia nisso primeiro. Você pode querer oferecer ótimos negócios em seus produtos mais vendidos na data, enquanto nos próximos dias você oferece promoções temáticas. Se você é um varejista de moda, por exemplo, pode oferecer um desconto de 50% em vestidos durante o sábado, oferecer ofertas em assessórios no domingo e um desconto especial em sapatos na segunda-feira;

9. Invista no e-mail marketing

É verdade que, diariamente, somos bombardeados com e-mails oferecendo todos os tipos de ofertas, e há sempre uma chance do seu e-mail passar despercebido. No entanto, a boa notícia é que você pode tomar medidas para se destacar e chamar a atenção do cliente!

Quando se trata de e-mail marketing, existem dois tipos de abordagem: primeiro, entre em contato com toda a sua lista de clientes já cadastrados e ofereça-lhes um código de desconto VIP especial, que lhes dará benefícios adicionais quando comprarem com a marca. Como já compraram com você antes, poderão estar mais propensos a comprarem novamente; caso você não tenha uma lista de e-mails, pode exibir alguns anúncios para criar sua lista antes da Black Friday, impactando essas pessoas durante o final de semana.

Já em relação a enviar e-mails para clientes em potencial, mostre ofertas que você terá naquele dia, para que eles continuem entrando no seu site. Se você promover produtos específicos, verifique se os produtos são clicáveis para que as pessoas possam ir diretamente para as suas páginas e fazer compras. Além disso, certifique-se de mencionar o quão alto é o desconto na linha de assunto do e-mail, para ajudar a incentivar o clique. Por exemplo, “50% de desconto em todos os vestidos só hoje!”

Entre outros produtos que podem ser oferecidos por e-mail para seus clientes, estão: códigos de cupons exclusivos para grupos de clientes específicos; venda em todo o site com um código de cupom universal; produtos de venda ou coleções; cartões de presente com compra mínima; frete grátis.

10. Tire proveito de hashtags

Ao fazer o marketing da Black Friday, você deve aproveitar as hashtags do momento. Inclua tags como #blackfriday #blackfriday2018 #sale #blackfridaysale, entre outras, e alcance clientes que estejam procurando especificamente por ofertas neste dia.

 

Fonte: Oberlo

 

Usar esse tipo de hashtag funciona bem para categorias de produtos como moda, decoração e eletrônicos. Se você vende produtos de nicho, isso pode não funcionar tão bem quanto os mais vendidos. Garanta que os produtos que você está vendendo estejam atraentes para um público maior, e se não o fizerem, considere focar nas hashtags que você normalmente usa.

11. Aumente seu gasto com anúncios

Durante o fim de semana da Black Friday, os anunciantes gastarão mais do que o normal. O custo por clique também será maior que o habitual, e se você pretende anunciar nas plataformas online, considere aumentar seus gastos com anúncios na época. Ao gastar mais dinheiro do que o normal, é mais provável que você seja notado pelos clientes em potencial. Não deixe de mencionar a Black Friday ou ter descontos atraentes em sua cópia de anúncio para chamar atenção. As pessoas estarão prontas para comprar se receberem a oferta certa pelo preço certo, na hora certa.

12. Responsividade é importante

Ter um e-commerce responsivo, ou seja, adaptado corretamente para usuários que acessem o site pelo mobile de maneira simples e com botões call-to-actions claros, são ainda mais fáceis  no momento de  chamarem a atenção do usuário.  Grande parte dos usuários considera a experiência de compra mobile um dos fatores mais importantes na hora de retornar para uma loja, e 70% dos respondentes usam o dispositivo móvel na hora de buscar por produtos no Google. Por isso, ter um site adaptado para esse tipo de dispositivo pode ajudar uma empresa a se diferenciar dos concorrentes, mantendo uma boa comunicação e gerando uma boa experiência com os clientes e futuros clientes;

13. Tenha uma estratégia omnichannel

No mundo conectado de hoje, grande parte das marcas já entende a importância de estarem presentes no ambiente digital para impactar o seu público-alvo. No entanto, mais do que isso, durante a época da Black Friday, muitas organizações investem ainda mais em proporcionar uma experiência omnichannel para seus clientes. Para isso, é necessário integrar todos os canais de vendas, como por exemplo pontos físicos e site de e-commerce, e permitir que o cliente seja bem atendido em todos eles. Muitas vezes, por exemplo, a pessoa pode optar por fazer compras online e retirar o produto em sua loja física. Por isso, ter uma estratégia que atenda a esse tipo de consumidor, pode fazer a sua marca fidelizar mais clientes e crescer ainda mais;

14. Valorize o bom atendimento ao cliente em todas as etapas da jornada do consumidor

A experiência do cliente é um dos fatores mais importantes na hora da decisão de compra. Por isso, é fundamental que a empresa esteja atenta à jornada do consumidor desde o momento em que ele decide procurar por marcas que ofereçam os seus produtos e serviços, até o momento do pós-compra. Fornecer um bom atendimento e manter um relacionamento com os clientes é uma estratégia utilizada para criar essa fidelização com a marca, garantindo que a pessoa retorne mais vezes para a sua loja.

É importante que você deixe seus clientes e futuros clientes saberem que você está entrando no espirito da Black Friday. Isso mostra que você se importa e gosta das mesmas coisas que os seus clientes, criando uma identificação com a marca. Além de humaniza-la, compartilhar e-mails regulares prepara seus leitores para que eles se lembrem de você, aumentando a probabilidade de uma venda bem-sucedida.

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Início